Alçada de Pretor Imprimir
Notícias
Seg, 11 de Junho de 2007 20:18

Em recente decisão em AI 70018354688, a 8ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do RS, deu ganho de causa ao Dr. Pedro da Silva Reis determinando a nulidade do despacho do Pretor Luis Regis Goulart da comarca de Gramado lançado em processo de inventário que por ele estava sendo processado cujo valor ultrapassava os 1.000 salários mínimos.